Simply Breakfast

Se você já começou a operação “Verão Sem canga”, pare por aqui. As fotos do Simply Breakfast podem levar sua missão por água abaixo…

O blog é da fotógrafa americana Jennifer Causey e foi criado para dividir duas das coisas que ela mais gosta: café da manhã e luz matinal. Graças ao deuses, ela não atualiza as fotos diariamente. Mas os posts não são apenas de imagens “obscenas”. A maioria deles tem links interessantes: seja de receita, pra uma dica de lugar, livro, blog etc.

Sente só a vibe do blog

18 de Novembro. Jen Causey

7 de Agosto. Jen Causey
15 de Junho. Jen Causey

A “tara” é tamanha que Jen (nossa amiga, percebe?) produziu um calendário 2012 com fotos de café da manhã. Tá à venda no blog mesmo, por US$35. O Simply é apenas um dos projetos dela. No site tem mais coisa, confere aqui

Anúncios

Entrevista: Ricardo Toscani

Eis um exemplo de raparigo multiuso: designer, fotógrafo, marido da Lucia, ilustrador, cozinheiro autodidata, integrante de banda, pai da Alice, blogueiro do Culinária Tosca. Não necessariamente nesta ordem. Mas buenas, como são muitos predicados vamos concentrar num: cozinheiro autodidata. Com vocês, entrevista exclusiva com o cozinheiro Tosco: Ricardo Toscani

Mdta: De onde e desde quando vem o interesse pela cozinha caseira/sem frescura?
Toscani: Bastante tempo, curiosidade infantil de fazer negrinho, pipoca, depois provar o bolo de chocolate do meu irmão, nos meus 10 anos fiz o brigadeiro da minha festa, rendeu pouco, mas o suficiente para o pequeno número de convidados.  Também podemos dizer desde que comecei a namorar Lucia há 10 anos. Cozinhava pra ela, quando de repente meu irmão abre a porta da cozinha e pergunte para Lucia:”É omelete?” Resolvi aprender um segundo prato.
Mdta: E a idéia dos eventos da franquia Toscozinha, como surgiu?
Toscani: Sair do blog mesmo, expandir, o cara me vê cozinhando, dando dicas, por mais toscas que sejam, deve ter a curiosidade pra provar. Gosto de receber as pessoas, dizem que é do signo de libra, acho que o legal de um restaurante é ser bem atendido e a comida ser bem boa. Minha mulher me estimulou, provavelmente o Toscozinha seja idéia dela, e só o nome seja meu. Mas enfim, pensamos que não só o dinheiro, porque tá barato, mas para juntar pessoas diferentes numa mesma mesa e conversar, trocar receitas quem sabe, e ter a resposta alí na mesa se sabe cozinhar mesmo ou é só firula.
Mdta: A instabilidade criada pelas primárias americanas pode inflacionar o preço do Toscozinha, previamente congelado em R$35,99?

Toscani: Não, de maneira alguma, o que interfere no Toscozinha, além do cardápio, é o nível do hype, o barulho na mídia. Antes de rolarem as entrevistas era 35,99 agora que já fui entrevistado até pela Sabrina Parlatore e ela provou e parece que gostou da comida, subi pra 36,00. Quando eu for pra Ana Maria Braga vou inflacionar, já tenho até o preço: 36,14. E se eu for entrevistado pelo Edu Guedes cobrarei 35,87.
Assista uma das matérias sobre o Culinária Tosca aqui
Leia reportagem no Estadão aqui 

Na cozinha do Cafofo. Crédito: Lucia Faria

Mdta: Tem algum Everest pro cozinheiro Tosco, um prato que não consegue acertar?

Toscani: Quando é assim nem me meto, só quando sou desafiado, não fujo de uma peleja. Enrolo, demoro pra fazer, mas faço. Por enquanto vou no trivial, no arroz com feijão… Aliás, minto… No arroz mando bem, mas feijão nunca tinha feito, até que uma menina encomendou um cardápio pra uma festa no Cafofo. Pediu cachorro quente – especialidade da casa- e caldinho de feijão… Nunca tinha feito, mas na internet tá cheio de blogs bons de culinária, peguei uns 3, li, fiz a minha, e foi elogiado por uma mineira, que sempre quando vai pra casa pede pra mãe dela fazer… Perguntei pra ela se o meu estava digno de mãe e ela disse que sim. Pra mim esse é o melhor elogio: “Tua comida é de mãe.”
Mdta: Será que rola um Toscozinha em Porto Alegre, numa vinda pra cá? A Mercedita se vira com a organização local.
Toscani: Opa, vamo aí!! Gosto de uma peleja!!
Mdta: O cozinheiro Tosco tem pé atrás com algum movimento ou tipo de culinária? Por exemplo, junkie food, aqueles pratos “finos”, com espumas e talz.
Toscani: Defendo a bandeira do bom gosto. Comida é coisa sagrada, por mais que alguém coloque fios de ovos e rodelas de abacaxi maculando um delicioso tender. Se agrada, manda ver. Acho que vale o respeito. Até pela espuma…(mas acho sem sentido), se quer comer espuma come clara em neve com açúcar…

   Gosto muito de junkie food, sou junkie, gosto de bob’s, mac, mas o melhor é o burguer king. Mas o xis santamariense bota todos no chinelo. Como churrasco grego, adoro um churrasquinho de gato. Pastel de beira de estrada. Não gosto de restaurantes que tenham muitas regras, de como comer… Fui num chique em Sampa, fui cobrir um almoço e todos fotógrafos foram convidados para almoçar. Mas tudo tinha o mesmo gosto de maçã…peixe, salada, sobremesa, além de um manula de como comer cada coisa (aqui exagero um pouco, mas o garçom dava uns toques) acho que a melhor regra é a satisfação, prazer.

Mdta: No papel de pai, rola uma preocupação maior com a comida na hora de cozinhar pra filhota?

Toscani: Sempre me preocupei com sabor, quando fazia papinhas pra Alice, não via a hora de liberar o sal, o oliva e a manteiga, principalmente a manteiga. Mas é claro que tem que ter legumes, um verdinho básico, mas a peocupação é o sabor.

   Quando cozinho, seja pra Alice, pro público do Toscozinha, ou só pra mim, gosto de usar a palavra preferida do Manoel Carlos, superação. Já perdi a conta de quantas vacas atoladas, galinhas com cerveja, galinhadas cozinhei. Mas nunca posso fazer uma pior. Só no nível ou melhor. Em qualquer ocasião sou cozinheiro. Pai, marido, cunhado, genro, amigo, filho, pouco importa para quem cozinho. O que importa é que todos comam bem, felizes e goste muito.

Saindo do papo filha, sempre vou ligar comida a prazer, comida é relacionada a sexo também. Então sou a favor de tudo feito com muito amor e com as mãos bem limpas…

Sorvete nas 4 estações

Se você é daquelas que só toma sorvete no verão, que tal aproveitar a trégua do frio intenso e provar as delícias das sorveterias gourmet? Temos duas dicas: uma em São Paulo e outra em Porto Alegre

Na terra da garoa, nos derretemos com os gelatos da Bacio di Latte. Os gelatos levam leite no lugar do creme dos sorvetes tradicionais e, por isso, têm níveis de gordura bem inferiores. O cuidado com as matérias primas é enorme. As frutas são selecionadas entre os melhores produtores do país. Alguns itens são importados: avelãs, pistache e o limão siciliano, da Itália; o chocolate, da Bélgica e as framboesas, do Chile.
Pistache + Avelã = hummm
Imagem: Mercedita
Já o Arte Freddo fica em Porto Alegre e produz sorvetes artesanais, sorbets e tortas. Você pode comprar os potinhos de 100gr e levar pra casa, custa R$7,00 cada. É só colocar uns 8 segundos no microondas e desenformar. Fizemos o teste com dois sabores, Mascarpone com frutas vermelhas (campeão de vendas) e o de Gianduia com praline de avelã e dá certinho! 
Imagem: Blog Mondo Freddo
Essas porções são uma saída prática e deliciosa pra servir de sobremesa quando for receber alguma visita. Ah, e eles também têm sabores salgados, que servem de acompanhamento para quiches e saladas.

Imagem: Blog Mondo Freddo
Serviço
Bacio di Latte 
Rua Oscar Freire, 136
Cerqueira César
São Paulo – SP
(11) 3662 2573

Arte Freddo
Rua Giordano Bruno, 13 
Rio Branco
Porto Alegre – RS
(51) 3028-6013

Receita que é uma poesia

Gente, olha que forma mais poética de se dar uma receita. Ficamos abobadas! A dica veio do blog estrogonoficamente helps* A Casa que a Minha Vó Queria, que nos foi (re)indicado pela amiga, jornalista, mãe-do-Pietro-e-mulher-do-Márcio, Priscila Tescaro. Valeu, Pri!


Para quem quiser fazer o bolo e nos convidar para provar, segue a tradução.  Se não der, pelo menos nos conte como ficou…

Bolo de Beterraba

2 xícaras de beterraba
2 xícaras de farinha
1 1/2 de açúcar mascavo
100 gr de chocolate meio amargo derretido (parte tensa do vídeo)
2 col. de sopa de bicabornato de sódio
1/4 col de sopa de sal
1 col. de sopa de essência de baunilha
1 xícara de manteiga (não diz no vídeo, mas deve ser sem sal, né?)
3 ovos

Modo de preparo: misturar tudo numa tigela. Depois, colocar para assar na temperatura de 190º e esperar assar.

*Não entendeu a expressão? Informe-se aqui.

Práqueles dias: TPM

Na TPM já rola aquela necessidade bio-físico-química por derivados de cacau. E no inverno, então? Dá ainda mais vontade de atacar gostosuras de chocolate.


Imaginem só se existisse uma Nutelleria , pertinho do escritório ou de casa, e de preferência com tele-entrega? Nem é bom imaginar…

Visualizem o estrago…

Chocolate é pop e é arte


#tenso


No cardápio, Nutella no pão, no café, no waffle, no milkshake, no muffin… Aí!
Este pedaço de paraíso na terra fica em Frankfurt, Alemanha. O endereço deve fazer parte daquele livro 1000 Lugares Para Conhecer Antes de Morrer, né?

Fotos: Conglomerate’s Flickr

Receitas de Chef para o Dia dos Namorados



Chef Daniel Menezes

Se você quer escapar o aperto dos restaurantes no Dia dos Namorados, que tal produzir um jantar especial em casa? E para garantir que seja especial mesmo, pedimos sugestões ao chef Daniel Menezes. Ele pensou, pensou… e nos presenteou com receitas de prato principal, sobremesa e drinks. Puro luxo!

Daniel tem passagens por retaurantes super renomados, como o D.O.M, de Alex Atala – considerado o 7º melhor restaurante do mundo. Desde 2005, trabalha como personal chef, realizando jantares, festas e recepções.

Acompanhe o trabalho dele de perto:
www.danielmezenes.com.br
Facebook

Twitter

Camarões com Emulsão de Champagne e Baunilha
Ingredientes:
– 400g de camarões médios ou grandes*
– 1 1/2 xícara de Champagne ou Espumante Brut da sua preferência
– 1/4 de fava de baunilha ou 3 gotas de essência, que você encontra no supermercado
– 1 xícara de água
– 1 dente de alho
– 1 colher de sopa de nata
– 3 colheres de sopa de manteiga
*Pedir para o peixeiro tirar as cascas e as cabeças e reservar para o caldo

Modo de preparo:
1) Temperar o camarão com alho picado e reservar

2) Aquecer uma panela funda, derreter 1 colher de manteiga e reforgar as cascas do camarão até ficar bem vermelho. Colocar a champanhe/espumante e a água, cozinhar por 30 minutos e coar com uma peneirar fina.
3) Depois dos 30 minutos, acrescentar a essência de baunilha/fava de baunilha cortada ao meio e deixar cozinhar até que tenha reduzido a 1/3 do volume. Temperar com sal e pimenta do reino moída.

4) Acrescentar aos camarões reservados sal e pimenta do reino
5) Fritar os camarões temperados em uma frigideira com a manteiga restante. Dica: não fritar toda a quantiade de camarão de uma vez.
6) Quando os camarões estiverem prontos, bater no mixer/liquidificador o molho bem quente com a nata, para que ele fique com uma consistência espumosa.


Pro negócio ficar fino:
Servir o camarão junto com um arroz a provençal e colocar o molho ao redor.

Arroz a Provençal
Ingredientes:
– 200g de arroz branco cozido
– 1 dente de alho picado
– 3 colheres de sopa de salsinha bem picadinha
– 2 colheres de azeite de oliva

Modo de Preparo:
1) Em uma frigideira, aquecer o azeite, fritar o alho e adicionar o arroz cozido. Quanto estiver quente, tirar do fogo e acrescentar a salsinha.



Sopa de Chocolate com Morangos Picantes e Sorvete de Iogurte

Sopa de Chocolate

Ingredientes

– 100g de Chocolate Meio Amargo picado
– 100g de Nata

– 1/2 xicara de leite frio

Modo de Preparo:

Aquecer a nata até começar a ferver, retirar do fogo e misturar o chocolate mexendo até derreter todo o chocolate. Acrescentar o leite.

Morangos Picantes
– 200g de morango lavados, sem o cabo e cortados em cubos*
– 1/2 xícara de açúcar
– 1/3 xícara de água
– 1 pedaço de gengibre (aprox 1cm)
– 1 pimenta dedo de moça
– folhas de Hortelã para decorar

*Dica do Chef: retire o cabo dos marangos depois de lavá-los. Assim eles não ficarão aguados.


Modo de Preparo:

1) Em uma panela pequena, misturar o açúcar a água e o gengibre e a pimenta picados. 2) Cozinhar até começar a ferver, deixar cerca de 2 minutos ou até começar a engrossar.
3) Tirar do fogo e reserve até esfriar. Misturar a calda no morango picado e reservar na geladeira por no mínimo 1 hora.

Pro negócio ficar fino:

Servir em um prato fundo, colocaando o morango no centro, a sopa de chocolate ao redor e o sorvete de iogurte sobre o morango picante. Decorar com folhas de hortelã.

As receitas de drinks ficam para o dia oficial do Happy Hour, quinta-feira.